Últimas Notícias
Home / Ferraz de Vasconcelos / Renatinho Se Ligue solicita laudos sobre o Centro de Convenções
Símbolo máximo da incompetência de governos ferrazenses desde 2012, o Centro de Convenções Haja Elias Abissamra, na antiga Praça dos Trabalhadores na região central de Ferraz de Vasconcelos continua desafiando a paciência de munícipes locais. Na segunda-feira, dia 17, para tentar mais uma vez saber qual será o destino daquele verdadeiro elefante branco a ser dado pela atual administração da cidade(Foto:Divulgação)
Símbolo máximo da incompetência de governos ferrazenses desde 2012, o Centro de Convenções Haja Elias Abissamra, na antiga Praça dos Trabalhadores na região central de Ferraz de Vasconcelos continua desafiando a paciência de munícipes locais. Na segunda-feira, dia 17, para tentar mais uma vez saber qual será o destino daquele verdadeiro elefante branco a ser dado pela atual administração da cidade(Foto:Divulgação)

Renatinho Se Ligue solicita laudos sobre o Centro de Convenções

Símbolo máximo da incompetência de governos ferrazenses desde 2012, o Centro de Convenções Haja Elias Abissamra, na antiga Praça dos Trabalhadores na região central de Ferraz de Vasconcelos continua desafiando a paciência de munícipes locais. Na segunda-feira, dia 17, para tentar mais uma vez saber qual será o destino daquele verdadeiro elefante branco a ser dado pela atual administração da cidade, o vereador Renato Ramos de Souza (PPS), o Renatinho Se Ligue fez um requerimento ao governo municipal.
Nele, o jovem parlamentar destaca que a polêmica obra custou aos cofres públicos cerca de R$6 milhões em sua maioria bancados pelo governo federal por meio do Ministério da Cultura, porém, até a presente data, infelizmente, a comunidade vive à espera de quando poderá um dia usufruir do equipamento público. Além disso, Renatinho Se Ligue critica o fato de a gestão passada ter contratado o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e o Falcão Bauer que emitiram laudos condenando o prédio, mas nenhuma atitude é adotada. As duas avaliações custaram R$170 mil.
Por isso, no requerimento, ele pede cópia dos dois estudos técnicos e que a Câmara Municipal seja informada qual será a medida a ser implantada em relação ao futuro da obra. Vai demolir? “Na realidade, a nossa cidade não possui áreas de lazer e, ao mesmo tempo, os nossos jovens vivem à mercê da criminalidade, o que é um autêntico absurdo”, comenta Renatinho Se Ligue. Para ele, como a obra tem capacidade para atender 600 pessoas sentadas a sua conclusão poderia servir, por exemplo, para reduzir as despesas com aluguel.
Ainda, de acordo com ele, o prédio abandonado significa um crime contra a sociedade ferrazense. Em contrapartida, a sua correta utilização geraria oportunidades para vários artistas locais. O colega Claudio Roberto Squizato (PSB) disse que trata-se de um caso de polícia. Já Luiz Fabio Alves da Silva (PMDB) afirma que o certo seria a Prefeitura Municipal derrubar o imóvel. O petista Claudio Ramos Moreira acredita que o atual gestor precisa dar uma resposta para o assunto. Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB) defendeu a interdição total do espaço para evitar algum tipo de acidente.

Check Also

Henrique Marques, de 64 anos, passou mal em sua casa, na Vila Corrêa, no domingo, dia 18, à tarde. Na ocasião, ele foi inicialmente socorrido ao Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, no mesmo bairro ferrazense, onde recebeu o primeiro atendimento, porém, no início da noite, por orientação do próprio Regional acabou sendo transferido para a unidade especializada (Total Cor), na capital paulista.(Foto: Divulgação)

Ex-vereador Henrique Marques morre aos 64 anos

O ex-vereador por três mandatos de Ferraz de Vasconcelos, Henrique Marques faleceu de infarto agudo ...