Conhecendo um país inteiro em um dia – o Vaticano

A primeira coisa que eu posso dizer com segurança sobre a visita ao Vaticano é: tenha paciência e tempo. O Vaticano é um local que vive constantemente cheio. Pessoas do mundo todo se cruzam todos os dias neste que é o país que mais representa o catolicismo atualmente e abriga o maior símbolo vivo dos católicos: o Papa.
Nunca fui muito religioso, mas sempre acreditei em algo maior que nos sustenta nesse mundo. Resolvi reservar o domingo para visitar o pequeno país (muito estranho falar isso) localizado ao noroeste de Roma. Ir aos domingos é arriscado pois nem todos os museus são abertos nesse dia. Mas fui com um único objetivo: VER O PAPA.
A figura máxima do catolicismo atual realiza, aos domingos, uma pequena missa a céu aberto, para todos os espectadores que dividem o imenso espaço da Praça de São Pedro, que embora tenha uma área impressionantemente grande, parece um coreto, de tão apertada que fica, devido aos milhares de visitantes, católicos ou não, que, assim como eu, esperam conseguir ver ao vivo à sua santidade.

Não consegui um lugar muito privilegiado, mas consegui cumprir com meu objetivo, assisti a missa, que dura cerca de meia hora, e aproveitei o resto da manhã e início da tarde para andar pelas ruas charmosas do Vaticano.
O Vaticano, assim como toda Roma, tem uma arquitetura imponente na maior parte de seu território e foi possível apreciar grandes obras ao caminhar cidade adentro. Passei pelo Castelo de Sant’Angelo, local muito emblemático em Roma e caminhando pelas margens do rio Trevere também encontramos a Praça do Povo.
A praça é famosa e muito movimentada. Em seu entorno existem 1 Basílica e 2 igrejas, belíssimas por sinal! Outro ponto interessante é o observatório Pincio, um local elevado e com acesso gratuito para mais uma vez observar a cidade do alto.
Imagine a sensação que temos quando estamos viajando pela Via Dutra e encontramos diversos peregrinos caminhando em direção a Aparecida do Norte, em romaria, para a tão esperada Missa de Nossa Senhora Aparecida, no feriado de outubro. Imaginou? Pois bem, o Vaticano recebe romeiros diariamente, de todo o mundo (!!!!) e encontrar com esses grupos é emocionante. É possível sentir a emoção que eles transmitem e o quanto superaram seus próprios limites para chegar. Visitar o Vaticano me trouxe diversas reflexões e me ensinou bastante, também, principalmente a respeitar a fé e crença das pessoas, seja ela qual for.
Obrigado por me acompanhar por mais essa semana. Até semana que vem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *