Heroilma vai implantar o programa Renda Mínima caso seja eleita prefeita de Itaquá

Instituir o programa Renda Mínima de Itaquá será o primeiro ato de Heroilma, caso seja eleita prefeita de Itaquaquecetuba. A proposta da candidata do Avante foi apresentada à população no último sábado (10/10) em materiais gráficos e de vídeo lançados nas mídias sociais (Facebook, Instagram, YouTube e site oficial) da ex-deputada estadual.
“O Renda Mínima de Itaquá vai oferecer um valor de R$ 140,00 por família para matar a fome das pessoas mais carentes de nossa cidade. Com isso, o programa ainda vai injetar quase R$ 30 milhões na economia de Itaquá, já que os beneficiados só poderão utilizar esse recurso nos comércios dentro do município. Vamos matar a fome das pessoas, movimentar a economia e também gerar empregos. Bom pro povo, bom pro comércio e bom pra Itaquá”, destacou Heroilma.
O programa tem como proposta oferecer um cartão com valor mensal de R$ 140,00 para cada família em situação de vulnerabilidade registrada na Secretaria de Promoção Social. A meta é atender até 16 mil família e alcançar diretamente quase 40 mil pessoas, comprometendo cerca de 4% do orçamento total do município.
Com o objetivo de estimular a economia local e também gerar empregos, o Renda Mínima de Itaquá poderá ser pago em um formato de ‘moeda social’ que circula apenas dentro do município com um cartão que poderá ser usado apenas nos estabelecimentos comerciais credenciados dentro dos limites da cidade, como mercados, farmácias, lojas de roupas, entre outras.
“Vai ser bom pra muita gente. Vai ser um passo enorme no ganho da qualidade de vida em Itaquá. É garantir o essencial a quem mais precisa. É dar dignidade e condições para que nosso povo siga lutando por seus sonhos”, reforçou Heroilma.

 

Foto: Jess Mariz/Cape Press Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *