Pela 1ª vez na história da cidade, Arujá será contemplada com o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’

WhatsApp-Image-2023-11-23-at-13.31.28.jpeg

“Pela primeira vez na história da cidade, Arujá será contemplada com o Programa Habitacional ‘Minha Casa, Minha Vida’ do governo federal. Como sempre afirmo: ‘Nosso partido é Arujá’ e, por isso, não medimos esforços para melhorar a qualidade de vida de nossa população, na certeza de que esta data (quarta-feira, 22), entrará na história de muitas famílias arujaenses que sonham com a casa própria”, comemorou o prefeito Luis Camargo, o Dr Camargo, ao retornar do Palácio do Planalto, em Brasília, onde recebeu a boa notícia ao lado de outros prefeitos e parlamentares.

O chefe do Executivo Municipal detalhou que, nessa primeira etapa do programa, serão construídas 150 moradias para os munícipes de Arujá e que estas serão destinadas a moradores de baixa renda, em um projeto moderno, contando cada casa com dois dormitórios, sala, banheiro, cozinha e varanda, para garantir o conforto dos arujaenses.

Além disso, foi firmado, na ocasião, um importante convênio com a Academia Brasileira de Letras (ABL), com um diferencial, que garantirá o funcionamento de uma biblioteca exclusiva para o futuro núcleo habitacional.

“Vamos assegurar que as residências sejam construídas em local com toda a infraestrutura para os moradores, com proximidade a equipamentos de saúde, educação, lazer e, também, transporte público para a comunidade. E mais: vou assegurar que toda mão de obra para a construção das casas seja formada por trabalhadores arujaenses, sempre buscando prezar por mais emprego e renda na nossa cidade”, anunciou o prefeito Dr Camargo.

Ele parabenizou o time técnico do setor de Convênios da Prefeitura de Arujá, pela dedicação e competência na elaboração dos projetos necessários para a inscrição do município no programa federal. Ele externou ainda gratidão, em especial ao deputado federal Alencar Santana, que deu apoio à causa, abrindo as portas em Brasília para essa importante conquista.

Propostas selecionadas
A Agência Brasil informou que o governo federal anunciou na quarta-feira (22) a primeira seleção de propostas para o programa Minha Casa, Minha Vida. Essa etapa está direcionada à Faixa 1 do programa, para famílias com renda mensal de até dois salários mínimos, ou R$ 2.640. O anúncio das propostas selecionadas é a primeira etapa do processo de implementação do programa, que é realizado em parceria com o Ministério das Cidades.

As propostas selecionadas terão prazo de 150 dias para serem contratadas. O processo selecionou 187,5 mil novas unidades habitacionais em 560 municípios. Dessas, 184 mil unidades serão destinadas a famílias integrantes dos cadastros habitacionais, em todos os estados. As outras 3 mil unidades serão destinadas a famílias que tenham perdido seu imóvel por emergência ou estado de calamidade pública ou pela realização de obras públicas federais nos estados do Acre, Amazonas, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A construção das moradias, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), deverá atender às novas regras estabelecidas após a retomada do programa. Nas próximas semanas, o Ministério das Cidades deverá publicar um edital exclusivo para a seleção de propostas em municípios com menos de 50 mil habitantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

scroll to top